[ editar artigo]

Cortar carboidratos é a melhor forma de emagrecer?

Cortar carboidratos é a melhor forma de emagrecer?

Quando falamos em emagrecimento um dos primeiros conselhos que ouvimos é: “cortar os carboidratos emagrece!” Mas será mesmo que cortar carboidratos é a melhor forma de emagrecer?

Vou responder essa pergunta para você explicando direitinho quais as vantagens e os riscos de tirar o carboidrato da alimentação!

Primeiramente vamos falar um pouquinho dele.

Quais as funções do carboidrato?

  1. Gerar energia para nosso organismo
  2. Agir como combustível ao trabalho muscular juntamente com as proteínas e gorduras
  3. É utilizado por todos os tecidos corporais, inclusive o encéfalo e tecidos nervosos

Quais alimentos são fonte de carboidratos?

Alguns alimentos apresentam uma quantidade maior de carboidrato na composição, podendo assim ser chamados de alimentos fonte de carboidrato, são eles:

  • Açúcar
  • Batata
  • Feijão
  • Flocos de milho e de arroz
  • Macarrão
  • Mel
  • Pão

Todos os carboidratos são iguais?

Não! Dividimos os carboidratos em simples e complexos.

Os Carboidratos Simples são formados por açúcares simples ou por um par deles; são facilmente digeridos e mais rapidamente absorvidos. 

Já os Carboidratos Complexos são formados por cadeias mais complexas de açúcares, podendo sua digestão e absorção ser mais prolongada.

Alguns exemplos de carboidratos simples:

  • Açúcar
  • Mel
  • Açúcar do leite e das frutas
  • Garapa
  • Rapadura
  • Balas e chicletes
  • Refrigerante
  • Doces em geral

Alguns de exemplos carboidratos complexos: 

  • Arroz integral
  • Centeio
  • Cevada
  • Milho
  • Aveia
  • Macarrão
  • Mandioca
  • Batata doce

Agora que você já sabe um pouco sobre carboidrato, queremos te mostrar quais os riscos de cortar carboidrato da alimentação!

Por que não cortar carboidratos da alimentação?

Você precisa de energia!

Para tudo o que fazemos hoje, desde trabalhar sentado no computador executando um projeto ou varrer a casa, é necessário a presença de carboidrato. Ele que fornece energia para a execução de cada tarefa que realizamos.

Além de gerar energia para o corpo, o carboidrato também participa de algumas funções hormonais... então, podemos dizer que não é interessante retirar todo o carboidrato da alimentação, porque podemos acabar comprometendo alguns mecanismos do nosso organismo.

Você precisa de fibras!

Outro fator importante é o intestino, que para funcionar direitinho precisa de fibras e as fibras são classificadas como carboidratos (que não são digeridos facilmente), sendo eliminadas nas fezes pelo organismo.

A recomendação da ingestão de fibras é de 20-35g ao dia para a população em geral. Porém, os estudos demonstram que o consumo de fibras da população brasileira não atinge esta meta.

Saiba mais: Como as fibras alimentares funcionam no intestino?

Sintomas da falta de carboidratos

Alguns sintomas que podemos apresentar ao retirar todo o carboidrato da alimentação são:

  • Cansaço
  • Indisposição
  • Fadiga
  • Estresse
  • Prisão de ventre
  • Má digestão
  • Dor de cabeça
  • Baixa imunidade

Em contrapartida uma alimentação rica em carboidratos também pode levar ao ganho de peso e algumas doenças crônicas, como a diabetes mellitus, por exemplo.

Por isso é tão importante ter equilíbrio dentro da dieta!

Alguns grupos de pessoas necessitam de uma quantidade maior de carboidratos, como os atletas, por exemplo. Outras precisam de uma quantidade menor, como os diabéticos ou pessoas com sobrepeso e obesidade.

Cada pessoa tem uma necessidade individualizada de cada nutriente!

Quais alimentos não tem carboidrato?

A grande maioria dos alimentos tem alguma quantidade de carboidrato na composição, porém em alimentos de origem animal, como carnes, peixes e leite, ele está presente em quantidades muito pequenas.

Agora, se você está aqui pensando em cortar carboidratos para emagrecer, eu tenho uma dica para você: cortar carboidratos pode acabar não te ajudando em nada. Além dos prejuízos já citados acima, cortar carboidratos também pode gerar compulsão alimentar, e daí o que era para melhorar, acaba piorando.

Uma pergunta: Você conhece alguém que já conseguiu manter uma alimentação baixa em carboidrato para o resto da vida?

Provavelmente não! Como já vimos anteriormente, muitos alimentos que fazem parte da nossa rotina têm carboidrato na composição, ou seja, é quase impossível conseguir viver sem carboidrato, mas podemos sim controlar seu excesso!

Como escolher carboidratos de qualidade? 

Dê preferência aos alimentos fontes de carboidratos complexos, que saciam mais e são menos processados, como arroz integral, aveia, macarrão integral, batata doce, batata salsa, inhame, grão de trigo integral.

Então, se você quer emagrecer com saúde e qualidade de vida confira essas 10 atitudes positivas para mudar hábitos alimentares e reeduque sua alimentação! Esse é o segredo para um emagrecimento de sucesso! 

Além disso, procure um profissional nutricionista para ajustar a sua alimentação, pratique atividade física e cuide da sua mente!

E agora, me conta, você ainda quer cortar carboidratos da sua alimentação?

 


Referências

LINDBECK, Eduardo. A otimização da performance atlética através do consumo de carboidratos simples antes da atividade física de longa duração. Curitiba: 1996.

Manual oficial de contagem de carboidratos regional / Sociedade Brasileira de Diabetes, Departamento de Nutrição. – Rio de Janeiro: Dois C: Sociedade Brasileira de Diabetes, 2009 il.

Manual de nutrição: profissional da saúde, Departamento de Nutrição e Metabologia da SBD – São Paulo: Sociedade Brasileira de Diabetes, 2009.

MARTIN, Patrick, Fibras, 2007. Disponível em: https://www.nutricaoempauta.com.br/lista_artigo.php?cod=570. Acesso em: 30 abr. 2019.

FREITAS, A. M. P. et al. Listas de alimentos relacionadas ao consumo alimentar de um grupo de idosos: análises e perspectivas. Rev Bras Epidemiol 2011; São Paulo, 14(1): 161-77. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/rbepid/2011.v14n1/161-177/pt. Acesso em: 30 abr. 2019.

Clube da Energié
Laís Bolela
Laís Bolela Seguir

Nutricionista na empresa Energié Nutrição Avançada e atendimento clínico em Maringá em consultório particular. Pós graduada em nutrição clínica, esportiva e fitoterapia. Coach de emagrecimento pelo Instituto Health Coach.

Ler matéria completa
Indicados para você