[ editar artigo]

Como ter uma alimentação saudável com 5 atitudes simples

Como ter uma alimentação saudável com 5 atitudes simples

Você está querendo saber como ter uma alimentação saudável? Vou te ajuda, mas antes de qualquer coisa, o que é uma alimentação saudável para você?

Vamos ver o diz o Ministério da Saúde:

“Uma alimentação saudável deve ser baseada em práticas alimentares que assumam a significação social e cultural dos alimentos como fundamento básico conceitual. Neste sentido é fundamental resgatar estas práticas bem como estimular a produção e o consumo de alimentos saudáveis regionais (como legumes, verduras e frutas), sempre levando em consideração os aspectos comportamentais e afetivos relacionados às práticas alimentares.”

Uau! complexo né? Se pegarmos as palavras chaves desta definição podemos destacar algumas:

  • Significação social
  • Significação cultural
  • Alimentos saudáveis – regionais
  • Aspectos comportamentais
  • Aspectos afetivos

De acordo com o Ministério da Saúde uma alimentação saudável está baseada em alimentos saudáveis, de preferência regionais, mas também leva em consideração aspectos sociais, culturais, comportamentais e afetivos relacionados aos alimentos.

Você já havia parado para pensar na alimentação desta forma? Como algo complexo que faz parte de vários aspectos da vida e se relaciona com eles de maneira dinâmica?

Para mim, aqui está a explicação para o fracasso das dietas da moda, super restritivas, com alimentos padronizados para toda população. A alimentação saudável vai muito além de dietas tabeladas ou de uma lista de alimentos permitidos e alimentos proibidos, ela é um estilo de vida que deve considerar todas as características de uma pessoa, o meio onde vive, o acesso aos alimentos, o estado emocional, suas preferências e a cultura em relação aos alimentos.

E eu não estou dizendo que a qualidade dos alimentos em si não é importante, pelo contrário, ela deve sim ser avaliada, mas as escolhas não podem se basear apenas nisso.

A alimentação deve ser saudável para o corpo e para a mente!

Qual a importância de se ter uma alimentação saudável?

Gostaria de começar dizendo que o alimento é uma condição essencial para a sustentação da vida. Ou seja, dependemos de nutrientes para que nosso corpo funcione de maneira adequada.

Hipócrates já dizia: “que teu alimento seja teu remédio e que teu remédio seja teu alimento”.

Uma alimentação saudável que fornece vitaminas, minerais e demais nutrientes de maneira equilibrada, está relacionada um melhor funcionamento do organismo, melhor qualidade de vida e prevenção de diversas doenças - principalmente as doenças crônicas como diabetes, hipertensão, obesidade, etc.

Quais os benefícios de uma alimentação saudável?

  • Auxilia no controle do peso
  • Aumenta a disposição
  • Melhora o humor
  • Melhora a imunidade
  • Combate o envelhecimento precoce
  • Melhora a qualidade do sono
  • Previne de doenças
  • Fortalece dos ossos
  • Regula do funcionamento intestinal

Como ter uma alimentação saudável, o que devo fazer?

Uma alimentação saudável é rica em cores, sabores, texturas e aromas. Você já deve ter lido em vários lugares que para ter uma alimentação saudável devemos ter um prato colorido, comer frutas nos intervalos, evitar as frituras e os industriados...mas quero deixar aqui para você 5 dicas para ter uma alimentação saudável que fogem do senso comum, e vão melhorar não só a qualidade da sua alimentação, como a sua relação com o alimento! Bora lá?

#1 Seja grato pelo alimento

Olhe para o alimento, sinta o cheiro, saboreie devagar e agradeça por ele! Independentemente do que você está comendo, é importante que você aprecie a sua refeição e coma sem culpa. Não é porque na sexta-feira à noite você resolveu comer uma pizza, que você vai comer rápido, sem pensar muito e sentir culpa por pensar que deveria estar comendo uma salada! Se permita comer o que você gosta uma vez ou outra e seja grato por isso!

#2 Mastigue devagar e coma com atenção

Você já parou para pensar quantas vezes você mastiga os alimentos? Umas 5...10 vezes talvez? Na literatura diz que devemos mastigar de 30 a 40 vezes cada garfada. Tudo isso? Tudo isso! Mastigar devagar auxilia no processo da digestão, controle da saciedade e de quebra contribui com a primeira dica: mastigar mais devagar, aproveitar o que está comendo e ser grato por isso.

Dica: Coloque a garfada na boca e apoie os talheres no prato. Só pode pegar no garfo novamente depois de mastigar bem e engolir. Quando ficamos com o garfo na mão vai um atrás do outro e não dá nem tempo de pensar!

#3 Priorize a qualidade e não a quantidade

É muito comum ver as pessoas olhando as tabelas de informação nutricional e contando as kcal dos alimentos. As kcal estão presentes em praticamente todos os alimentos, e sabe o que é mais importante que elas? A qualidade dos alimentos! Eu costumo falar para meus pacientes perguntarem para o que desejam comer: O que você me oferece além de kcal? Tem vitaminas, tem minerais, tem proteínas? O que você come é muito mais importante do que a quantidade que você come.

#4 Respeite os sinais de fome e saciedade do seu corpo

 Nosso corpo é capaz de nos dar sinais de fome e saciedade. Sabe quando a barriga ronca? Isso é fome!  E quando você chega em casa cansado, abre a geladeira, não vê nada interessante, fecha e vai tomar banho? Isso é vontade de comer ou simplesmente hábito!

Da mesma forma algumas vezes sentimos que já estamos com a “barriga cheia” e mesmo assim comemos mais um pouco só porque está gostoso, ou então paramos de comer mesmo sentindo fome porque a porção de carboidratos do almoço são 3 rodelas de batata doce. Em nenhum destes casos você está respeitando seus sinais de saciedade.

Coma com atenção quando sentir fome, e pare de comer quando se sentir satisfeito!

#5 Seja gentil com você e com o seu corpo

Cada ser humano é único. Cada organismo funciona de um jeito e responde de maneira diferente perante a uma situação. Não se compare com ninguém: nem a quantidade que come, nem o tempo que demora para perder peso, nem a velocidade do ganho de massa muscular. Faça o seu melhor, acompanhe a sua evolução, respeite os sinais que seu corpo dá e lembre-se que o mais importante é focar na sua saúde!

Escolha uma dica e comece!

Não se cobre para fazer tudo de uma só vez, mudanças radicais não costumam ser efetivas, então tenha como meta fazer da sua alimentação hoje um pouquinho melhor que a de ontem. Se ontem você contou e viu que só mastiga 5 vezes cada garfada, mastigue 6 vezes hoje, amanhã 7 vezes, e assim por diante. Se você tem dificuldade em controlar a fome e saciedade, comece a prestar mais atenção nisso a partir desta semana. Tire da cabeça aquela ideia de alimentos bons e alimentos ruins, seja grato por tudo que você come.

Uma alimentação saudável não está relacionada apenas a qualidade dos alimentos, mas também a qualidade dos seus sentimentos e pensamentos durante o ato de comer. <3

Clube da Energié
Michele Dierka
Michele Dierka Seguir

Apaixonada pela nutrição e pela possibilidade de trazer uma melhor qualidade de vida para as pessoas. Atuo com nutrição clinica na Energié Nutrição Avançada, empresa da qual tenho muito orgulho de fazer parte!

Ler matéria completa
Indicados para você