[ editar artigo]

5 dicas para mudar hábitos alimentares, manter a motivação em alta e ser mais saudável!

5 dicas para mudar hábitos alimentares, manter a motivação em alta e ser mais saudável!

A primeira pergunta que se deve fazer é: por que fazemos o que fazemos? Antes de te explicar o que você precisa fazer para mudar os seus hábitos alimentares, você precisa entender algumas questões importantes.

Conheça seus hábitos alimentares!

“Hábito pode ser definido como qualquer comportamento que se repete regularmente ou que requer pouca ou nenhuma razão naquilo que é aprendido”.

Você sabia que os hábitos fazem parte de 40% do nosso dia? Isso mesmo, ou seja, quase metade do seu dia, você vive em modo “piloto automático”. Quase sempre tomando decisões ou tendo atitudes baseadas em ideias já estabelecidas em seu inconsciente.

Então me diz, você faz o que você faz, pela força do hábito ou pelo que é melhor para você e para o resultado que você quer ter? Reflita!

É certo que, a qualidade da nossa vida é resultado direto da qualidade dos hábitos que adquirimos ao longo de nossas experiências. Afinal, você é aquilo que faz e pensa repetidamente.

E onde a alimentação saudável entra nesse contexto? Bem, a resistência para mudar os hábitos é a razão de cerca de 70% das desistências e da baixa adesão dos programas de reeducação alimentar e emagrecimento, então continue lendo para saber mais.

Por que é importante ter uma alimentação saudável?

Eu posso te dar inúmeros motivos para ter uma alimentação saudável, mas separei aqui 14, dá uma olhada:

Vai por mim, a importância de se ter hábitos alimentares saudáveis é muito mais do que emagrecer ou ganhar massa magra. Mudar hábitos alimentares, significa mudar e melhorar vidas.

O que são bons hábitos alimentares? E quais são os maus hábitos alimentares?

Você está concentrado? Preste bem atenção no que vou te dizer agora!

Não existe alimento certo e errado.

Não existe alimento proibido e permitido.

Um determinado alimento, ao ser consumido isoladamente, não tem o poder de engordar ou emagrecer.

Não existem milagres, nem fórmulas mágicas.

De fato, existem bons e maus hábitos alimentares, que irei exemplificar para você agora.

Mas é sério, entenda de uma vez por todas, não precisa ser tudo ou nada (ARTIGO), você pode comer eventualmente algo que está na lista vermelha e ainda ser saudável.

Também não adianta fazer tudo da lista verde de 2ª a 6ª feira e esquecer que o final de semana entra na conta.

Então só para reforçar, tá tudo bem comer algo que não é considerado saudável vez ou outra, ok? Se você não tem nenhum problema de saúde que exija a restrição de um determinado alimento, seja feliz!

Tudo depende do que você faz na maior parte do tempo, tudo depende dos seus hábitos na maior parte do tempo. Não vai ser a exceção que vai ditar a sua regra, combinado?

O que fazer para mudar hábitos alimentares?

Uma coisa é fato, mudar hábitos alimentares para alcançar os objetivos, independentemente de quais sejam eles, não tem a ver com sorte e nem com força de vontade.

Você precisa encontrar a sua MOTIVAÇÃO.

Qual é o seu objetivo? O que mais faz te querer mudar?

Você precisa saber exatamente o que você quer e traçar estratégias para mudar.

Confere esse artigo para aprender como definir seus objetivos e metas para sua reeducação alimentar.

Mudança de hábitos alimentares: a distância entre motivação e ação

Eu percebo durante os atendimentos e ao acompanhar inúmeras pessoas que buscam melhorar a alimentação, que, embora as pessoas saibam o que precisa ser feito, elas não de dedicam como deveriam para mudar os hábitos e, consequentemente, acabam não tendo resultados.

Vejo que existe uma grande distância entre o “querer” e o “agir”. E essa distância muitas vezes é explicada pela falta de clareza em relação as metas a serem atingidas.

Darei dois exemplos de uma meta de emagrecimento.

Exemplo 1: Quero emagrecer 20 kg.

Exemplo 2: Emagrecer 2 kg por mês, para que daqui há 10 meses eu tenha emagrecido 20 kg no total. Irei seguir as orientações da minha nutricionista e irei acompanhar meu processo me pesando toda segunda-feira, na mesma balança e esse resultado é importante para mim, pois terei mais saúde, energia e qualidade de vida.

“As dificuldades em mudar comportamentos podem aparecer quando o medo impede de encarar novas situações ou simplesmente por não saber que caminho seguir para atingir as metas”.

Conseguiu perceber como a clareza ao definir a meta é importante? Emagrecer 20 kg é muito vago, pode parecer muito difícil para algumas pessoas.

Portanto, uma das maneiras de se manter sempre motivado é criar metas possíveis de serem atingidas. Evoluções gradativas gerarão resultados satisfatórios e permanentes.

A mudança começa por você!

Entenda, de nada adianta ter o melhor acompanhamento nutricional, o melhor cardápio e as melhores receitas, se essa mudança não partir de uma vontade própria.

5 dicas para se manter motivado na mudança de hábitos alimentares

Como dizem por aí: “Se continuar fazendo o mesmo de sempre, vai continuar obtendo os resultados de sempre. ”

Então, agora é hora de mudar, vamos lá?

Pense sempre positivo e seja otimista, pois o copo pode estar meio cheio ou meio vazio, sempre dependendo da sua perspectiva.

Confira 5 dicas para se manter motivado na mudança de hábitos alimentares:

#1 Lembre-se sempre do seu objetivo

Tenha muito claro o por quê você quer mudar os seus hábitos alimentares. Lembre-se que a mudança envolve vários aspectos. A solução não está em uma única atitude. E para ter mais clareza ainda, defina datas.

#2 Devagar e sempre

Não tenha pressa e não tente mudar vários hábitos de uma vez só.  

Comece com um hábito fácil. Se você bebe refrigerante todos os dias, 2x ao dia, vá fazendo reduções gradativas, não passe a ficar 2 semanas inteiras sem beber refrigerante, pois é possível que na primeira escorregada, você não consiga mais retornar aos seus hábitos saudáveis. 

Saiba que o caminho mais curto, é o mais prejudicial. Por isso nunca pense em dieta, pense em reeducação alimentar.

#3 Errar faz parte, é só recomeçar

Não espere que nesse processo de mudança dos hábitos alimentares você irá comer de maneira saudável 100% do tempo. Você pode escorregar eventualmente, e tá tudo bem. Ao comer algo fora do que foi planejado, tenha a atitude de voltar à sua rotina saudável já na próxima refeição.

#4 Aprenda a conviver com os sabotadores internos e externos

Nesse processo você mesmo pode se sabotar, como por exemplo, “só um pedaço não vai fazer mal” ou “na segunda eu começo”. Evite esses pensamentos e atitudes sabotadores. Também tenha cuidado com as pessoas que podem querer te atrapalhar nesse processo.

#5 Peça ajuda

Conte com o apoio de um nutricionista, que irá te auxiliar no processo de mudanças de hábitos e de reeducação alimentar, de acordo com sua realidade.

Além disso, compartilhe com alguma pessoa próxima sobre sua mudança e seu objetivo, essa atitude te ajudará a ficar mais focado e evitar deslizes desnecessários.

Como você pôde perceber, a mudança deve partir de você! Seja responsável pelas suas escolhas e pare de jogar as desculpas para o universo.

Seja saudável, tenha mais energia e qualidade de vida e seja feliz!

Clube da Energié
Mirelli Dantas Andrade
Mirelli Dantas Andrade Seguir

Olá =) Meu nome é Mirelli e será incrível compartilhar conteúdos incríveis no Clube da Energié! Sou apaixonada pela nutrição e tudo que envolve saúde e bem-estar. Vou te ajudar a ter uma vida mais saudável e feliz! Nos acompanhe sempre!

Ler matéria completa
Indicados para você