[ editar artigo]

Pão nosso de cada dia: afinal, é preciso parar de comer pão?

Pão nosso de cada dia: afinal, é preciso parar de comer pão?

O pão é um alimento muito versátil e cultural entre os brasileiros, que têm o hábito de consumi-lo todos os dias em alguma refeição. Porém, o que se ouve falar muito é que é necessário cortar o pão da alimentação para poder emagrecer. Mas será que é realmente isso que faz efeito no emagrecimento? Quer saber a verdade? Então, confira este artigo e descubra se é necessário parar de comer pão ou não.

Pão e seus tipos

O pão é um dos alimentos mais antigos da civilização. Estima-se que ele tenha surgido há mais de 12 mil anos atrás na Mesopotâmia, juntamente com o cultivo do trigo. Muito popular entre os brasileiros, o pão nosso de cada dia é uma fonte de carboidrato, que fornece energia para o corpo. No mercado, há uma infinidade de tipos, não é mesmo? Confira abaixo os principais tipos de pão:

  • Pão Francês: o tradicional pão francês da padaria, feito com farinha refinada de trigo.
  • Pão Branco: nesta classificação podemos citar as variações dos pães brancos como o pão de forma tradicional fatiado, pão d’água, pão de sal, pão caseiro. São produzidos com farinha refinada de trigo.
  • Pão light: pode ser pão branco ou integral, e tem em sua composição menos 25% de calorias.
  • Pão integral: produzido com farinha de trigo integral. Sendo rico em fibras, vitaminas e minerais que promove a você uma sensação de maior saciedade, o que é favorável para quem busca o emagrecimento (mais a diante te explicou um pouco mais sobre este tipo de pão.). Esse tipo de pão pode ser feito 100% com farinha integral ou misto (farinha integral + branca).
  • Pão de centeio: também é uma opção saudável, pois o centeio tem em sua composição uma boa quantidade de fibras, vitaminas e minerais, além de ser conter menos gordura também.
  • Pão com grãos: tem em sua composição sementes de variados tipos que são fontes de ômega 3 e ômega 6 que, assim como o pão de aveia, pode auxiliar a reduzir o colesterol. Além disto contém fibras que dão a sensação de saciedade.
  • Pão sírio: é uma opção de pão branco para quem quer variar entre o pão francês de todo dia. É típico da culinária árabe e tem formato baixo e redondo.
  • Pão de leite: tem em sua composição uma quantidade maior de leite, o que o torna mais ‘’fofinho’’. Em muitos casos, para deixar o pão com esta consistência, a indústria coloca uma boa quantidade de gordura, por isso sempre olhe o rótulo destes alimentos.

Como vimos, há pães para todos os gostos e certamente tem um tipo que você ama, acertei? Mas vamos descobrir se é necessário deixar de comer pão para emagrecer ou ter mais saúde.

O que o pão faz no organismo?

O pão, batata, tubérculos, massas e cereais em geral são alimentos fontes de carboidratos, que são a base da nossa alimentação, sendo a principal fonte de energia do nosso organismo. Quando temos uma alimentação com POUCO carboidrato, o resultado pode ser o emagrecimento, mas também podem aparecer sintomas como cansaço, fraqueza, irritabilidade ou desânimo. Porém, quando temos uma alimentação com EXCESSO de carboidratos, o resultado pode ser excesso de peso, diabetes, colesterol e triglicerídeos altos. Por isso, o equilíbrio no consumo de carboidratos é fundamental para um funcionamento adequado do organismo e uma alimentação saudável e equilibrada. 

Nutri, preciso deixar de comer pão?

O pão, sendo um carboidrato, é considerado por muitos o vilão da alimentação e por isso as pessoas pensam que temos que deixar de comê-lo todos os dias. Porém, isso não é verdade. O que muitos esquecem de analisar é que o problema está no EXCESSO de carboidrato.

Deixar de comer pão para o resto da sua vida é uma atitude extrema que não irá te ajudar no processo de emagrecimento. Claro que em alguns casos de doenças, intolerâncias ou alergias pode ser necessário que se restrinja o consumo de pão. Mas cada caso é um caso. E cabe ao nutricionista avaliar se isto é necessário para você ou não.

Qual é a quantidade de pão que devemos comer por dia?

Não há uma quantidade exata de quantos pães podemos consumir por dia, não é uma regra para todos, isto depende das necessidades de cada pessoa. O ideal é conversar com o seu nutricionista sobre a quantidade recomendada para você. Porém, o que posso te adiantar é que o segredo sobre o consumo do pão está na sua escolha. Pensando nisto, é necessário que você escolha o pão que traz mais benefícios para a sua saúde. Confira a comparação abaixo entre o pão branco tradicional e o pão integral.

Comparação pão branco e pão integral

A seguir a comparação entre os ingredientes do pão branco com o pão integral, confira:

Sobre os ingredientes, é possível verificar que o pão integral tem muito mais benefícios que o pão branco para a sua saúde, concorda?

Abaixo temos também uma comparação entre a composição nutricional do pão branco e o pão integral:

A partir desta tabela, podemos identificar que o pão integral tem mais benefícios pelo fato de conter menos calorias, carboidratos, gorduras totais e sódio e mais proteínas e fibras, o que traz mais saciedade e benefícios no índice glicêmico também, diminuindo os picos de insulina no corpo. Quando consumimos pão branco nossa glicemia aumenta muito e isso pode favorecer o acúmulo de gordura no corpo. Quer saber mais sobre índice glicêmico? Então, confira esse artigo aqui.

Existe um tipo de pão ideal?

O melhor tipo de pão é aquele feito em casa, com farinha 100% integral, com poucos ingredientes. Se puder consumir pães integrais de fermentação natural, melhor ainda!

Que tal umas receitas para fazer o seu pão em casa? Clique aqui, você não vai se arrepender!

Se quiser saber mais sobre pães de fermentação natural, dá uma olhada aqui.

Mas na nossa realidade atual, nem sempre sobra tempo de fazer pão em casa, não é? Por isso vou te ensinar agora como escolher um pão mais saudável no supermercado:

Como escolher pão?

A primeira coisa que você deve olhar quando for comprar pão é o rótulo do produto.

#1 Lista de ingredientes

Sempre está em ordem decrescente, ou seja, do maior para o menor. Por isso, sempre prefira os pães que tiverem por primeiro na lista de ingredientes a ‘’farinha de trigo integral’’ e fique atento com a presença de açúcar refinado no rótulo.

#2 Verifique se o produto é rico em fibras

Preferencialmente escolha o produto que tiver acima ou igual a 3g de fibras a cada 50g do pão. Quanto mais, melhor.

#3 Verifique a quantidade de sódio 

Sempre prefira os que tiverem a menor quantidade desse micronutriente. O ideal é escolher pães que tenham próximo a 5% do VD de sódio nas informações nutricionais.

#4 Confira o tamanho da lista de ingredientes

Corra dos produtos que tem uma lista longa de ingredientes como conservantes e aditivos químicos.

#5 Tem gordura trans?

Confira na lista de ingredientes se tem o ingrediente ‘’gordura vegetal ou gordura vegetal hidrogenada’’. Se tiver, prefira outro produto, pois isso significa que este alimento tem uma certa quantidade de gordura trans que às vezes não aparece nas informações nutricionais e é muito ruim para nossa saúde.

Quer saber mais como escolher o melhor pão? Confira este artigo aqui.

Pode comer pão na reeducação alimentar?

Claro que pode! O equilíbrio na alimentação é fundamental para a reeducação alimentar, por isso não há proibição de nenhum alimento.

Parar de comer pão emagrece?

Agora a pergunta que não quer calar! Nutri, parar de comer pão emagrece?

Impossível responder! Não é apenas o pão que interfere no seu emagrecimento. Claro que, se você consome 5 pães franceses por dia e retira eles, possivelmente vai perder peso, mas depende também do que vai comer no lugar desses pães que retirou.

No final do dia, o que determina se você vai emagrecer é a quantidade total de calorias ingeridas x a quantidade de calorias que gastou.

E não adianta ter medo de comer pão por ser carboidrato e trocá-lo por bolachas de água e sal ou ficar morrendo de vontade de comer doce. De acordo com um estudo de revisão de dietas de emagrecimento, quando se restringe carboidratos da alimentação a possibilidade de não conseguir seguir a dieta é de 80%, o que acaba na pessoa se sentindo frustrada por não ter conseguido emagrecer. Por isso, o caminho mais adequado é a reeducação alimentar com uma alimentação equilibrada. Esse é o segredo para a mudança de hábito e a conquista do emagrecimento saudável sem sofrimento.

Gostou do artigo? Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário aqui embaixo 😊

Clube da Energié
Janaine Lorenceti
Janaine Lorenceti Seguir

Nutricionista graduada pela PUCPR, apaixonada por minha profissão. Acredito em uma Nutrição humanizada e acessível a todas as pessoas.Visando assim a qualidade de vida e a autonomia dos que buscam por bem-estar físico, mental e social.

Ler conteúdo completo
Indicados para você