[ editar artigo]

Descasque mais, desembale menos: como começar a ter uma alimentação natural?

Descasque mais, desembale menos: como começar a ter uma alimentação natural?

Aposto que você já ouviu esta frase, não é mesmo? Mas afinal, você sabe o significado por trás do descasque mais e desembale menos? O que será que esta atitude pode representar para a nossa saúde? Confira tudo isto no artigo de hoje!

Às vezes esta frase pode passar despercebida entre as pessoas, por ter virado uma frase clichê, porém ela tem uma influência muito positiva na nossa alimentação. E ter esta atitude de descascar mais e desembalar menos está diretamente relacionada com nossas escolhas alimentares.

Escolhas alimentares: um sinônimo de autonomia alimentar

Nossas escolhas alimentares estão relacionadas com a autonomia que temos para escolher o que vamos comer. Isso depende de nós mesmos, mas também depende muito do ambiente em que estamos inseridos. Olha só alguns dos fatores que podem ser influenciadores da sua escolha alimentar:

  • Os estabelecimentos mais próximos da sua casa;
  • Os estabelecimentos mais próximos do seu trabalho ou no caminho de casa ao trabalho;
  • Influência familiar;
  • Influência dos amigos;
  • Condições econômicas;
  • Fatores culturais da alimentação

Enfim, são vários fatores que irão interferir nesta escolha alimentar. Porém cabe a nós decidirmos o que vamos escolher para melhorar a nossa alimentação. E se você acha que é muito difícil mudar a sua rotina alimentar, preste atenção nos tópicos abaixo!

Descasque mais!

Quando descascamos os alimentos, isso nos remete ao grau de processamento dos alimentos. Dizer que é necessário descascar mais os alimentos significa que estamos estimulando o maior consumo de alimentos in natura, que são os alimentos obtidos diretamente de plantas ou animais e que não passaram por qualquer processo da indústria para chegar até a nossa mesa.

  • Alguns exemplos: abobrinha, chuchu, cenoura, cebola, brócolis, couve, repolho, couve-flor, espinafre, rúcula, alface, batata, inhame, batata doce, abóbora, maçã, banana, uva, melancia, abacaxi, pêssego, manga,...

Percebeu que quase todos esses alimentos são de descascar? Captou a ideia?

Quais os benefícios de descascar mais?

Quando você consome mais alimentos in natura a sua alimentação começa a melhorar em questão de qualidade, isto se torna muito significativo quando almejamos uma nutrição equilibrada para a melhora do funcionamento do nosso organismo, pois estes alimentos fornecem nutrientes e vitaminas que precisamos diariamente.

Desembale menos!

O desembalar menos se refere a diminuição do consumo de alimentos que passaram por algum processo de industrialização. Quando estes alimentos são fabricados, normalmente recebem adição de sal, açúcar, conservantes, aditivos químicos em geral para maior conservação e então são chamados de alimentos ultra processados.

  • Alguns exemplos: legumes em conserva, extrato ou concentrados de tomate, embutidos, peixes enlatados, refrigerantes, macarrão instantâneo, sorvete, balas, guloseimas, bolachas, entre outros.

Percebeu que todos vem em embalagens e precisam ser desembalados?

Quais os benefícios de desembalar menos?

Quando você evita consumir alimentos ultra processados a qualidade da sua alimentação melhora, e muito! Os alimentos ultra processados tem em sua composição mais gorduras e açúcares, são alimentos pobres em fibras. E as fibras têm um papel fundamental na nossa saúde, pois atuam na prevenção de doenças do coração, diabetes e cânceres. Além disto, os alimentos ultra processados são pobres em vitaminas e minerais e outras substâncias que são importantes para o nosso organismo.

Logo, esta frase ‘’descasque mais e desembale menos’’ reflete que precisamos consumir mais alimentos in natura e diminuir o consumo de alimentos ultra processados. Confira no tópico abaixo como consumir mais alimentos in natura:

Como consumir mais alimentos in natura?

Confira os 5 passos para aumentar o consumo de alimentos in natura!

Passo 1: faça uma lista de frutas, verduras e legumes que você gosta para começar a inclui-los mais vezes na sua alimentação.

Passo 2: leve esta lista para a frutaria ou o setor de hortifrutis nos supermercados para você comprar alimentos in natura.

Passo 3: que tal experimentar novas frutas, verduras e legumes? A variedade na alimentação é fundamental para que você não enjoe de um mesmo tipo de alimentos.

Passo 4: Identifique perto de sua casa, frutarias ou mercados que tem a disposição alimentos in natura, assim você poderá consumir tudo bem fresco.

Passo 5: Inclua na sua alimentação estes alimentos, pois não adianta nada você comprar e deixar que eles estraguem na fruteira ou na geladeira, não é mesmo? Observe abaixo como você pode incluir mais alimentos in natura no seu dia a dia.

Exemplo: no café da manhã e lanches você pode incluir frutas.

Exemplo: no almoço e jantar inclua salada e legumes, pode variar e deixar o prato bem colorido.

Como diminuir o consumo de alimentos ultra processados?

Confira os 4 passos para diminuir o consumo de alimentos ultra processados:

Passo 1: você pode fazer uma lista dos alimentos que precisa comprar no supermercado, assim evita de comprar alimentos a mais que são ultra processados, sem necessidade.

Passo 2: evite consumir alimentos congelados, faça a sua própria refeição assim, se quiser, poderá congelar. Aprenda como congelar da forma correta os alimentos neste artigo aqui.

Passo 3: Planejar o cardápio da semana é fundamental, assim, evitamos de consumir industrializados pela praticidade que ele pode vir a ter, quando você estará sem tempo para cozinhar.

Passo 4: Ler os rótulos é fundamental quando você for comprar estes alimentos. Aprenda a como fazer isto neste texto aqui.

Como ter uma alimentação natural? A regra de ouro é...

Segundo o Guia Alimentar para a População Brasileira a regra de ouro para este assunto é:

‘’Prefira sempre alimentos in natura ou minimamente processados e preparações culinárias a alimentos ultra processados.’’

Prefira: água, leite e frutas no lugar de... refrigerantes, bebidas lácteas e biscoitos recheados.

Prefira: comida fresca, feita na hora (ex: caldos, sopas, saladas, arroz e feijão, refogado de legumes e verduras) ao invés de sopa de pacote, macarrão instantâneo, pratos congelados prontos, sanduíches industrializados, embutidos e frios.

Prefira: sobremesas caseiras do que as industrializadas.

Lembre-se que o segredo da alimentação saudável é o equilíbrio na alimentação, assim você irá conseguir manter novos hábitos saudáveis que irão fazer com que a sua saúde e qualidade de vida melhorem.

Gostou do texto? Comente aqui embaixo!

 

Clube da Energié
Janaine Lorenceti
Janaine Lorenceti Seguir

Nutricionista graduada pela PUCPR, apaixonada por minha profissão. Acredito em uma Nutrição humanizada e acessível a todas as pessoas.Visando assim a qualidade de vida e a autonomia dos que buscam por bem-estar físico, mental e social.

Ler conteúdo completo
Indicados para você