[ editar artigo]

"Não consigo emagrecer": será culpa da tireoide?

Problemas na tireoide e a dificuldade de emagrecer já viraram até memes na internet. Muita gente que recebe o diagnóstico de hipotireoidismo acha que está fadada ao sobrepeso/obesidade e isso não é verdade! Você sabe o que a alimentação tem a ver com a tireoide? Tem dúvidas de qual o seu problema de tireoide e se realmente ela pode fazê-lo engordar? Acompanhe esse artigo de hoje e venha descobrir o que deve chamar sua atenção na alimentação quando o assunto é tireoide!

O que é a tireoide? “Tiróide” para os íntimos!

A tireoide é uma das glândulas mestras da sinfonia que é o nosso organismo. Ela fica localizada bem no meio do pescoço e tem um formato que lembra uma borboleta. É possível palpar a tireoide e profissionais de saúde podem fazer essa palpação inclusive para descartar algumas desordens que seriam até visíveis.

Graças a tireoide várias funções são desempenhadas normalmente. E, infelizmente, se essa sinfonia hormonal não vai bem, toda a orquestra começa a desandar e alguns problemas de saúde aparecem.

Desordens da tireoide

A tireoide pode apresentar, à grosso modo, dois problemas:

#1 Tireoide trabalhando demais 

O famoso hipertireoidismo, que é uma ação exacerbada da glândula, fazendo ela produzir uma quantidade enorme de hormônio. Seus sintomas são:

  1. Metabolismo acelerado
  2. Perda de massa muscular
  3. Suor em excesso/Calor
  4. Tremores
  5. Taquicardia
  6. Nervosismo
  7. Apetite aumentado
  8. Olhos saltados
  9. Diarreia

Essa desordem é conhecida por ser “o problema na tireoide ou a tireoide que emagrece”. E na realidade é um problema na tireoide que faz sim perder peso, mas não é nada saudável (veja nos sintomas que é perda de massa muscular). Portanto não romantize um problema de saúde e diga que é melhor porque é o que emagrece, ok?

#2 Tireoide trabalhando de menos

Esse é o conhecido hipotireoidismo ou “a tireoide que engorda”. E é chato dizer isso, mas não é verdade!

Quem veio antes, o ovo ou a galinha?

Muita gente acredita que o sobrepeso que está acompanhado do hipotireoidismo é uma consequência da doença. Mas na verdade, ainda não existe uma verdade absoluta que diga que é o hipotireoidismo que causa o sobrepeso ou o sobrepeso que causa o hipotireoidismo. O que se sabe é que pessoas que apresentam a alteração hormonal, apresentam em média 5% a mais de peso na balança do que seria o seu ideal para a altura. Isso não garante um fator causal.

É como se eu dissesse: “Verão causa mordidas de tubarão.” Porque, em geral, os ataques de tubarão ocorrem em maior quantidade no verão. Mas, ora bolas, mais pessoas entram no mar no verão ué! Não é o verão em si que causa os ataques de tubarão. Entenderam?

O hipotireoidismo é só a glândula tireoide tendo dificuldades para produzir as quantidades normais de hormônio, e isso leva a alguns sintomas:

  1. Metabolismo lento
  2. Fadiga
  3. Discreto ganho de peso
  4. Lentidão da fala
  5. Apatia
  6. Pele seca
  7. Constipação
  8. Queda cognitiva (raciocínio lento)
  9. Intolerância ao frio
  10. Queda de cabelo e unhas fracas

Como a alimentação interfere no funcionamento da tireoide?

Como falei, a tireoide é responsável pela produção de hormônios. Esses hormônios são compostos por IODO. Você já fez exame de T4 certo? Então, esse é um dos hormônios produzido pela tireoide e que tem 4 moléculas de iodo. Quando ele vai ser usado pelo organismo, ele sofre a ação de uma enzima que contém SELÊNIO. Essa enzima tira um IODO do T4 e ele vira o T3. E esse T3 que vai agindo no organismo.

Que Nutri doida, ficou berrando IODO, SELÊNIO!

Não foi berro, tá? Estava só destacando esses elementos que são os principais quando se fala de tireoide.

O iodo é a estrela mesmo, não tem jeito. Se você consumir iodo demais ou de menos, terá problemas na tireoide. As fontes de iodo na alimentação?

  1. peixes
  2. frutos do mar
  3. algas
  4. sal iodado

Um problema que não existia anteriormente era o consumo excessivo de sal pela população, o que acaba levando também ao consumo excessivo de iodo. Todo o sal de cozinha produzido é adicionado de iodo, então se você é uma pessoa que está consumindo mais de 5g de sal por dia (uma colher de chá), saiba que também está exagerando no iodo e isso traz consequências para o funcionamento da tireoide também.

Saiba mais sobre o consumo de sal e o funcionamento da tireoide nesse artigo que fiz pro nosso blog.

O selênio vem sendo discutido nos estudos, justamente por fazer parte das enzimas que convertem o T4 em T3. Suas fontes?

A principal fonte alimentar de selênio seria a castanha do Pará.

Obviamente que as quantidades variam e em nutrição TUDO depende, portanto não me pergunte quanto você deve comer de castanha do Pará e sal para garantir o bom funcionamento da tireoide.

Até porque não são só esses alimentos que você come no dia todo né?

Ganhou peso após descobrir o hipotireoidismo?

Corre pra Nutri te ajudar a fazer uma alimentação saudável! Nada de buscar dietas malucas e da moda no Doutor Google, porque fazer dietas restritivas pode até agravar seu hipotireoidismo!

Viu que Lugol emagrece?

Fuja, Bino, é cilada! É absurdo que se prescreva solução de iodo, mais conhecida como Lugol para emagrecimento e até para tratamento da tireoide. Lugol tem uma concentração enorme de iodo e você já viu aqui que iodo em excesso também causa problemas, né?

No que mais devo ficar atenta quando tenho problema na tireoide?

Faça atividade física! Sim, é difícil fazer atividade física quando se está cansado, sem ânimo, mas infelizmente, ainda não existe uma forma de melhorar a saúde sendo sedentário.

Alimentos que não se deve exagerar - Alguns alimentos podem atrapalhar o funcionamento da tireoide. Isso não quer dizer que estejam proibidos na alimentação de quem já tem hipo ou hipertireoidismo, apenas não exagere ou não consuma como hábito, ok?

  • Soja e derivados
  • Couve, repolho, brócolis (esses principalmente se forem não cozidos, ex: suco verde)

Tratamento de desordens da tireoide são feitos com médico e não com dieta!

Lembre-se sempre disso! Não caia na lábia de algum profissional que diga que tratará sua tireoide com suplementos alimentares ou dietas que excluam glúten e lactose. Desordens da tireoide são doenças que envolvem hormônios e podem ser de ordem autoimune também. Não se trata problema autoimune com comida.

Claro que alimentação saudável é pré-requisito para funcionamento saudável do organismo, mas no caso da tireoide, o uso de medicamento é mandatório e um endocrinologista deverá te auxiliar.  Alimentação é coadjuvante, ok?

E aí? Ainda acha que o problema é a tireoide?

Clube da Energié
Débora Dias Cabral
Débora Dias Cabral Seguir

Nutri pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e Mestre em Saúde Pública na subárea de Epidemiologia pela ENSP/Fiocruz. Experiência com atendimento clínico in company pela equipe Energié Nutrição e clínica em geral. 🐝

Ler matéria completa
Indicados para você