[ editar artigo]

Como aliviar a má digestão? Aprenda as causas e veja 5 dicas para resolver o problema!

Como aliviar a má digestão? Aprenda as causas e veja 5 dicas para resolver o problema!

Comeu aquela comida que não caiu bem, né? Você sabe quais os sintomas da má digestão? E mais, sabe como evitar que ela aconteça ou aliviar quando os sintomas aparecem?

Acompanhe esse artigo para aprender!

O que é a má digestão?

Como o próprio nome popular já diz, a má digestão é quando o processo de digestão de uma refeição não vai lá muito bem e causa algum incômodo. Vários podem ser os motivos. Vamos falar de alguns para descartar um problema mais sério antes?

Sua má digestão acontece todos os dias, independente do volume da refeição e dos tipos de alimentos que ela tem?

Não é apenas má digestão, procure investigar outros motivos, porque esses sintomas são comuns de algumas outras condições de saúde que merecem um acompanhamento mais próximo.

Por exemplo:

  • Gastrite
  • Hérnia de hiato
  • Intolerâncias alimentares
  • Refluxo Gastroesofágico
  • Hipocloridria (estômago produzindo pouco ácido)
  • Efeitos colaterais de medicamentos (ex: anticoncepcional ou antinflamatórios)
  • Gravidez

Não, Nutri, eu sei que exagerei ou apenas fiz uma refeição não muito saudável e pra lá de pesada... Então vamos falar sobre essa indigestão aí, jovem!

A má digestão é um termo genérico que normalmente significa um desconforto na parte superior da barriga. Pode ser uma ardência, azia, estufamento, a sensação de que a comida está retornando. Esse desconforto pode ter vários motivos.

#1 Comer em excesso

Esse é um dos principais causadores da má digestão. O ato de comer mais do que está habituado. Aí você acaba sentindo uma dificuldade maior para digerir a quantidade fora do normal. O mesmo ocorre quando se consome uma quantidade grande de líquidos durante a refeição. Isso pode dificultar a digestão também pelo volume em excesso e ser uma das causas de refluxo.

Para resolver é muito simples.

Evite fazer refeições muito volumosas, fracione mais as refeições e, caso já tenha ignorado seus limites, tente não ficar deitado ou fazer muitos movimentos bruscos. Procure caminhar em um local fresco, não conversar muito, respirar calmamente. Uma vez tendo ingerido uma quantidade muito grande de comida, não tem muito o que fazer, é esperar a digestão acontecer.

Aqui os chás digestivos não serão muito amigos, podem encher ainda mais o estômago e piorar a situação. Tenha paciência.

#2 Comidas pesadas

É, existem alguns tipos de alimentos que demoram mais para serem digeridos e podem causar desconforto para algumas pessoas. É o caso das proteínas, gorduras e fibras. Dependendo do equilíbrio de nutrientes da refeição, o exagero de algum deles pode acontecer e causar a indigestão.  Também pode ser por causa de um excesso de temperos, como pimentas, que causam um ritmo diferente no trato gastrointestinal também.

Nesse caso existem alguns alimentos que podem ajudar na digestão.

Exemplos são o mamão e o abacaxi que apresentam enzimas digestivas na composição, o que pode ajudar no excesso de proteínas.

Alguns chás, como hortelã, alecrim e camomila, também podem gerar um alívio após a refeição mais carregada em gorduras.

#3 Aerofagia

Eita! Um palavrão aéreo! Calma, esse palavrão significa apenas “engolir ar”.  Sabe quando conversamos muito ou comemos muito rápido? Isso pode causar um excesso de ar no estômago que pode gerar aquela vontade de arrotar depois. Isso também pode causar má digestão.

Então procure comer devagar, respirando calmamente. É ótimo ter companhia para fazer as refeições, mas procure fazer pausas na conversa para mastigar bem os alimentos e não engolir tanto ar!

Falando nisso...

#4 Comer muito rápido também pode causar má digestão!

Quando comemos muito rápido não deixamos o alimento entrar em contato com a saliva, que é a primeira parte da digestão que ocorre no nosso tubo digestório. Na saliva temos enzimas que começam a quebrar as moléculas maiores de alimento e continuam atuando até lá na frente.

Fora a saliva que pode umidificar os alimentos e ajudar a formar um bolo alimentar mais fácil de caminhar nesse tubo digestório também. Ah, e também tem o fato de não quebrar o alimento suficientemente em partículas menores, o que diminui o contato dos ácidos do estômago com a superfície do alimento, por que você não mastigou bem.

Portanto mastigue e coma devagar! Saboreie seu alimento com calma!

#5 Comer com a cabeça nos problemas

Sim! Suas emoções podem interferir na sua digestão. Aqui na Energié falamos muito sobre como as emoções podem interferir na forma e no que comemos. Então ir fazer uma refeição estressado ou de cabeça quente pode gerar um problema da má digestão.

Nosso corpo é um sistema que envolve diversos processos ao mesmo tempo. É difícil separar, eu sei, mas quando for comer, lembre-se de dar atenção e trate a refeição como um momento para nutrir seu corpo. Deixe os problemas de lado e pense na satisfação que a refeição deveria te trazer.

E aí? Qual dessas acontece mais com você? Aprendeu a se aliviar?

Conta pra gente nos comentários!

Clube da Energié
Débora Dias Cabral
Débora Dias Cabral Seguir

Nutri pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e Mestre em Saúde Pública na subárea de Epidemiologia pela ENSP/Fiocruz. Experiência com atendimento clínico in company pela equipe Energié Nutrição e clínica em geral. 🐝

Ler matéria completa
Indicados para você